Yogando com a vida:
¨Um espaço como as nossas vidas, em constante transformação, um espaço para cuidar de tudo que nos cerca pois a vida só faz sentido quando nos orgulhamos dela...¨

Flávia Hernandes Bernini

06/01/2016

Os Reis Magos

Os Magos que visitaram Jesus Cristo tiveram um papel decisivo no desenrolar dos acontecimentos narrados no Novo Testamento. As Escrituras não especificam se foram realmente três - nem reis - mas, apenas, “uns magos”. Naquela época, "mago" era a pessoa que exercia o papel de sacerdote e astrólogo, representando um tipo de conselheiro espiritual muito respeitado. As exegeses apontam para o número três em virtude dos presentes recebidos por Jesus.
Anos antes do nascimento do Filho de Deus, os Magos já sabiam que o Salvador estava a caminho, de acordo com previsões astrológicas e aptidões sensitivas. Quando a Estrela de Belém surgiu no Céu, bastou segui-la para irem ao encontro de Jesus. Em Jerusalém, foram ao palácio do rei Herodes, procurando pelo local exato onde estaria o “Messias”, o “Rei dos Reis”. Com medo de que aquela pessoa tão especial ameaçasse o seu poder, Herodes disse não saber o paradeiro do menino, pedindo aos Magos que avisassem assim que o encontrassem, a fim de que também ele pudesse adorá-lo. Na verdade, a intenção verdadeira era matar Jesus.
Como a distância percorrida pelos Magos foi grande e ao chegarem à Judéia não encontraram Jesus imediatamente, a tradição acabou atribuindo a 6 de janeiro o Dia dos Reis Magos. Na visita, eles oferecerem três presentes: ouro, incenso e mirra. O ouro simboliza a realeza divina, além de ter proporcionado a Jesus a providência para a fuga ao Egito, que se daria pouco tempo depois, devido à perseguição de Herodes. O incenso, por sua vez, representa a fé e, quando aceso, a substância que sobe pelos ares é como se fosse a oração chegando aos céus. Já a mirra, uma resina usada para embalsamar corpos, é uma previsão do martírio e da morte de Jesus e, após a crucificação, uma mistura de mirra e aloés foi usada para envolver o seu corpo. Em resumo, o ouro representa a realeza, o incenso representa a divindade, e a mirra o dom para ser profeta.
"Sendo por divina advertência prevenidos em sonho a não voltarem à presença de Herodes [que pediu para que os Magos avisassem o paradeiro de Jesus], regressaram por outro caminho a sua terra" (Mt 2, 12). 
Nada mais se sabe sobre os Magos, além de interpretações posteriores que indicam que eles representariam as três raças humanas em idades diferentes e, seus supostos nomes, significam: Gaspar, “Aquele que vai inspecionar”; Melchior, “Meu Rei é Luz”; e Baltazar “Deus manifesta o Rei”.
A tradição de trocar presentes nesta época do ano vem dos Reis Magos, e em alguns países da Europa a data para dar e recebê-los é 6 de janeiro e não 25 de dezembro. Por sua vez, a Folia de Reis, uma das festas religiosas mais importantes no meio rural brasileiro, também é comemorada na mesma data. Muitos astrólogos escolhem o Dia dos Reis Magos como o seu dia porque ele marca um dos momentos de maior destaque do astrólogo, numa das passagens mais sagradas para a espiritualidade humana.
Texto compartilhado por Dimitri Camiloto

Nenhum comentário:

Postar um comentário